banner
banner

História do Municí­pio

Localização: Mesorregião Agreste Paraibano

Distância da capital João Pessoa: 167 km

Acesso a partir de João Pessoa: Rodovias BR 230/ BR 104 e PB 408.

Limites geográficos municipais: Ao Norte com Aroeiras e Queimadas, ao Sul com Umbuzeiro e Santa Cecília, A Leste com Aroeiras e a Oeste com Barra de Santana.

População – IBGE – 2015: 8.450 habitantes

Gentílico: Gadobravense.

Área territorial: 192 km2

Altitude: 400 m

Data da emancipação política: 29 de abril de 1994, sendo sua instalação em 01 de janeiro de 1997.

Configurações geomorfológicas: O município está inserido na unidade de superfícies dissecadas diversas, que ocorre nas áreas que margeiam as chapadas do Piauí e do Maranhão, em importantes áreas dos Sertões de Alagoas e Sergipe e em pequenos trechos em outros estados.

Vegetação: Floresta caducifólia, Cerrado e Caatinga.

Hidrografia: Inserido nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba – Na Região do Médio Paraíba. Seus principais tributários são os Rios Paraíba e Paraibinha e os Riachos Cachoeirão, dos Macacos, Itália salinas e Tapuio.

Clima: Semiárido, é caracteristicamente muito quente, com estação chuvosa no inverno.

Economia: Tem como fontes de renda a agricultura com plantios e cultivo de milho, feijão e fava; a pecuária com criação de bovinos e caprinos. Produção pequena, porém, aceitável, no artesanato de panelas e objetos de barro e produção de queijos e de doce de leite.

História:

Gado Bravo iniciou-se como uma pequena vila e tem sua origem ligada à construção de uma casa de farinha de propriedade do Sr. Antônio Gonçalves no fim do século XIX e início do século XX, com migrações de origem endógena e exógena, principalmente do Estado de Pernambuco.

Seus primeiros nomes foram: Olho d’água, Vila São José, Cruzeiro e o nome atual Gado Bravo, que se deu devido à criação de bovinos (gados), onde os criadores ao conduzir o rebanho gritavam “vai gado bravo”, a citação foi pegando até que surgiu o nome da localidade.

Eventos turísticos: Festa do Padroeiro da cidade, Festa dos Tapuios, Festa de Emancipação Política, Vaquejada de Gado Bravo.

Atrações turísticas naturais: Rio Paraíba, Montanhas de Gado Bravo, Relevos junto ao Rio Paraíba.

Patrimônio Arquitetônico-Cultural material: Igreja de São José, Associação Municipal de Artesãos de Gado Bravo.